Jornal a Cidade Regional - A melhor divulgação para você

Barueri: Decisão da Justiça libera Furlan para disputar eleição

Presidente do TRE suspendeu na segunda-feira, 16/3, efeitos da sentença que tornou prefeito inelegível
Barueri: Decisão da Justiça libera Furlan para disputar eleição
Divulgação

Barueri: Decisão da Justiça libera Furlan para disputar eleição

Barueri na Rede

Uma decisão da justiça eleitoral desta segunda-feira, 16/3, suspendeu os efeitos da condenação que havia tornado o prefeito Rubens Furlan inelegível. Com isso, Furlan está liberado para disputar a reeleição em outubro. O presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Waldir Sebastião de Nuevo Campos, acolheu o recurso dos advogados do prefeito, que alegaram uma irregularidade em decisão anterior da justiça. Com isso, a sentença que determinou que Furlan ficasse oito anos impedido de disputar eleições ficou suspensa. 

Agora, cabe ao Ministério Público Eleitoral (MPE), recorrer da decisão, levando o processo para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília. Se o caso for julgado em até seis meses, o que é pouco provável, e novamente condenar Furlan, ele não pode assumir se vencer a eleição.

Furlan havia sido condenado por ter utilizado atos públicos apoiados ou promovidos pela prefeitura em 2011 para fazer propaganda antecipada para Carlos Zicardi e Cilene Bittencourt, que no ano seguinte concorreram a prefeito e vice-prefeita de Barueri. Com esta nova decisão, Zicardi e Cilene também recuperam seu direito de concorrer nas eleições.

OUVIR NOTÍCIA

Uma decisão da justiça eleitoral desta segunda-feira, 16/3, suspendeu os efeitos da condenação que havia tornado o prefeito Rubens Furlan inelegível. Com isso, Furlan está liberado para disputar a reeleição em outubro. O presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Waldir Sebastião de Nuevo Campos, acolheu o recurso dos advogados do prefeito, que alegaram uma irregularidade em decisão anterior da justiça. Com isso, a sentença que determinou que Furlan ficasse oito anos impedido de disputar eleições ficou suspensa. 

Agora, cabe ao Ministério Público Eleitoral (MPE), recorrer da decisão, levando o processo para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília. Se o caso for julgado em até seis meses, o que é pouco provável, e novamente condenar Furlan, ele não pode assumir se vencer a eleição.

Furlan havia sido condenado por ter utilizado atos públicos apoiados ou promovidos pela prefeitura em 2011 para fazer propaganda antecipada para Carlos Zicardi e Cilene Bittencourt, que no ano seguinte concorreram a prefeito e vice-prefeita de Barueri. Com esta nova decisão, Zicardi e Cilene também recuperam seu direito de concorrer nas eleições.

Fonte

Barueri na Rede

Comentários

Quer mais artigos e as newsletters editoriais no seu e-mail?

Receba as notícias do dia e os alertas de última hora.
[CARREGANDO...]

Confira mais Notícias

Cidades
Serviço Social em Barueri retoma atendimento com horário marcado
Serviço Social em Barueri retoma atendimento com horário marcado
VISUALIZAR
Cidades
Golpe do boleto falso: saiba como identificar documento para não cair em armadilhas
Golpe do boleto falso: saiba como identificar documento para não cair em armadilhas
VISUALIZAR
Cidades
Néia afirma: “Quem nasceu comendo McDonald´s nunca vai saber quanto custa pãozinho na...
Néia afirma: “Quem nasceu comendo McDonald´s nunca vai saber quanto custa pãozinho na padaria”
VISUALIZAR
Cidades
Em dois dias Procon notifica 87 mercados por alta do arroz
Em dois dias Procon notifica 87 mercados por alta do arroz
VISUALIZAR
Cidades
Santana de Parnaíba é a única cidade da região a atingir todas as metas do IDEB de 2019
Santana de Parnaíba é a única cidade da região a atingir todas as metas do IDEB de 2019
VISUALIZAR
Cidades
Carapicuíba: Convenção e aprovação popular confirma: Sérgio Ribeiro Prefeito e Dr....
Carapicuíba: Convenção e aprovação popular confirma: Sérgio Ribeiro Prefeito e Dr. Jecivaldo Vice-prefeito.
VISUALIZAR
Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )